© THEME

“Já passei por situações horríveis de gostar de alguém e não ter recíproca. Gostar demais, colocar a cabeça no travesseiro e chorar sem parar ou não conseguir fazer nada porque me lembrava da outra pessoa. Eu sou assim e não tenho vergonha de falar. Mas do mesmo jeito que eu sofri, eu sorri. Porque toda vez que o amor me dava uma porrada assim, a vida me deixava um tempo pensando em mim pra depois, com calma, colocar alguém novo no meu caminho. Mesmo que fosse só pra curar a saudade de ter alguém ou pra durar. Ou, ainda, que fosse uma paixão em combustão espontânea e sem freio nenhum. Não importa. Amor é algo que se encontra mais de uma vez na vida e eu provei disso. Verdadeiros amores, aqueles que fazem a pele arrepiar só de lembrar, até são mais raros, mas não únicos. Agora, o pior é pensar que vai cicatrizar. Pior ainda? Ficar remoendo como teria sido se tivesse dado certo. Nossa, isso é o pior. Nem toda história tem final feliz e nem toda felicidade parece ser felicidade de verdade. Há certos males que vem para o bem. Pode ser demorado, mas tudo que precisamos dar é tempo pra poeira baixar, assentar e, aí sim, deixar outra pessoa construir alguma coisa no nosso coração. Ou, até quem sabe, a mesma pessoa de antes. Tudo é momento, sintonia, vibe. Desesperar não adianta. É preciso saber viver e, principalmente, conviver com o que aparece pelo caminho - mesmo que se assemelhe a uma rua sem saída. Mentira. Tudo tem jeito. Não pra ser perfeito, mas dar as possibilidades no que precisar ser feito.” — Eu me chamo Antônio (via re-amar-te)


Há 8 horas with 1.296 notas
reblogged from re-amar-te | originally from reflorestada


“Eu amo você. Amo sua voz. Seu cabelo. Seu sorriso. Sua risada. Seus olhos. Suas orelhas. Seu nariz e sua bochecha. Eu amo cada detalhe que há em você. Desde a ponta do pé, até sua cabeça. Eu amo intensamento, cada traço que se forma, quando seu sorriso se abre, ou quando força os olhos para os fechar. Eu amo os risquinhos de quando você levanta os ombros. Eu amo seu joelho e o resto da sua perna. Amo seus braços e seu cotovelo. Amo o tamanho dos seus cílios, dos seus lábios, até mesmo da sua unha. Amo seus dedos das mãos e dos pés. Amo seu nome, amo o que você faz, e amo cada motivo pelo qual você é especial pra mim. Eu amo você.” — Anônimo.  (via hallsly)


Há 8 horas with 19.674 notas
reblogged from hallsly | originally from s-i-m-p-l-i-f-i-c-a-r


“Fala que me quer por perto, que deseja passar todas as noites ao meu lado. Fala que sente minha falta, que quando estou longe te dá uma agonia. Fala que quer me dar um beijo, que quer sentir o meu cheiro ao acordar. Fala que me ama, porque ouvir isso é o que eu mais desejo.” — Nuveno.   (via cicatrizes-pelo-corpo)


Há 11 horas with 1.628 notas
reblogged from cicatrizes-pelo-corpo | originally from nuveno


“Olhe bem pra mim e veja se eu estou bem. Você acha mesmo que estou bem depois de tudo que aconteceu? Acha mesmo que depois de todas aquelas palavras falsas de amor, eu estaria bem de uma hora pra outra? Não sou feito essa gente que consegue fingir amar, iludir um coração e depois ir embora como se nada estivesse acontecido. Não sou feito essa gente que encontra o amor da vida cinco vezes num mesmo mês.” — Após uma autópsia (via cicatrizes-pelo-corpo)


Há 12 horas with 6.124 notas
reblogged from cicatrizes-pelo-corpo | originally from romantizado


“E eu poderia passar horas falando sobre cada detalhe seu que eu amo. Poderia passar dias só te beijando e abraçando. Ou semanas te agarrando. Poderia passar meses com você. Só com você. Te mimando, te agradando, te querendo. Mas a verdade é que eu poderia passar vidas, só te amando.” — Cabana dos Sonhos. (via rejeitei)


Há 12 horas with 33.187 notas
reblogged from rejeitei | originally from cabana-dos-sonhos


Há 18 horas with 5.058 notas
reblogged from pacific-ideology | originally from zoiodlula


Há 20 horas with 2.677 notas
reblogged from vempramorena | originally from medusadosmares


“Nunca parei pra contar quantas vezes durante o dia eu penso em você, mas pelos meus cálculos, isso acontece de minuto em minuto.” — Together, remember? (via re-amar-te)


Há 1 dia with 24.135 notas
reblogged from re-amar-te | originally from poetaciumenta


“A gente se desdobra para não se
di
vi
dir.” — Eu me chamo Antônio.   (via forgivin-g)


Há 1 dia with 1.106 notas
reblogged from forgivin-g | originally from parusias


Nada a ver ficar assim sonhando separado, se no fundo a gente quer o dia a dia, lado a lado.